Pretos Velhos

A grande característica dessa linha é o conselho e a sabedoria, por isso são carinhosamente chamados de os "Psicólogos da Umbanda". Seus trabalhos são geralmente de ajuda àqueles que estão em dificuldade material ou emocional. Sua paciência em escutar os problemas e aflições dos consulentes fazem deles uma das entidades mais procuradas na Umbanda.

Eles mostram também que a prática da caridade é vital para a evolução espiritual. Suas vestimentas e apetrechos são bem simples. Gostam de tomar café durante os trabalhos, que para eles é um elemento de força espiritual. Utilizam também a pipoca, como elemento de cura. Pitam cigarros de palha ou o cachimbo para limpeza espiritual, jogando sua fumaça sobre a pessoa que está recebendo o passe e limpando sua aura de larvas astrais e energias negativas.

Seu vocabulário é bem simples, sem palavras rebuscadas; são muito alegres nas suas conversas. Locomovem apenas quando incorporam para as saudações necessárias e depois se sentam nos tocos ou banquinhos de madeira onde praticam sua caridade.

Também utilizam ervas em seus trabalhos, principalmente para rezar pessoas doentes e crianças que estão com mau-olhado ou quebranto. Usam também patuás, que são saquinhos onde são depositados elementos de magia e que os consulentes carregam consigo para proteção.