Todas as Forças Sagradas do Oriente sob o mesmo foco de Luz!

O primeiro Encontro da Linha do Oriente na Aldeia da Mata ocorreu em 14 de outubro de 2017, no Templo da Mata, em Jarinu/SP. A Linha do Oriente é com¬posta por inúmeras entidades de diversas Legiões, a maioria de origem oriental, como os Ciganos do Oriente, mas muitos espíritos desta Linha po¬dem se apre¬sentar como Xamãs ou Pretos-Velhos. Temos também espíritos de Médicos de diversas nacionalidades que trabalham nesta Linha, por afinidade. Temos ainda as falanges dos Beduínos, Samurais, Mestres do Reiki, Monges Tibetanos, Hindus, Árabes, Marroquinos, Japoneses, Chineses, Egípcios, Astecas, Mongóis, Esquimós, Gauleses, Romanos, Incas e outras raças antigas.

Integram a Linha do Oriente na Umbanda muitos espíritos que fizeram parte de religiões antigas, desaparecidas ou ainda vigentes no plano material, dotados de conhecimentos ancestrais milenares. Portanto, não se trata de uma região geográfica específica, mas ao Oriente da Grande Luz Cósmica do Universo. Nesta Linha, manifestam-se alguns dos mais sábios e evoluídos espíritos da Umbanda, e representam a inclusão da sabedoria oriental em nossa religião. São espíritos pacíficos e tranquilos, emanam paz, amor e sabedoria e estão desde remotas eras ligados à Magia de Cura e aos grupos herméticos, ao sacerdócio e à caridade. O principal expoente desta egrégora foi o Mestre Jesus, que praticava a cura através da imposição de mãos.

Aldeia da Mata Aldeia da Mata

Normalmente falam muito pouco, tem um linguajar correto e culto. Quando precisam passar alguma orientação usam frases curtas com significados profundos. São Entidades que nos conduzem ao caminho da Luz Divina, trabalham com a cura de males físicos e espirituais. São muito humildes e atuam muito dentro do psicológico e emocional, tanto de seu médium como de seus consulentes, de acordo com o merecimento de cada um e principalmente a sua fé. O Povo do Oriente também trabalha nas consequências, ou seja, qualquer resquício que tenha ficado no físico em decorrência de demandas espirituais.

As entidades buscam fazer o encarnado compreender bem as causas de suas enfermidades e a necessidade de mudança nessas causas, bem como a necessidade de seguirem à risca os tratamentos indicados. São entidades que vêm com a missão de humanizar corações endurecidos e fecundar a fé, os valores espirituais, morais e éticos no mental humano. Os médiuns na Linha do Oriente trabalham em diferentes níveis vibratórios. A incorporação é bem sutil e geralmente consciente. Alguns mentores atuam com os médiuns apenas pela intuição ou pela canalização de energia.

A saudação para a Linha do Oriente é: Salve o Povo do Oriente! BEBIDAS: Suco de morango ou abacaxi, água com mel, vinho doce branco ou tinto. ERVAS: Alfazema em grãos. FLORES: Todas as flores que sejam brancas e tenham miolo amarelo, palmas amarelas, palmas brancas, monsenhor amarelo, monsenhor branco. ESSÊNCIAS: Alfazema, olíbano, benjoim, astragão, mirra, sândalo e tâmara. FITAS: Amarela e branca. PEDRAS: Citrino, quartzo rutilado, citrino, topázio e pedra da lua. VELAS: Amarela, alaranjada ou branca. METAL: Ouro. ORIXÁS: Xangô e Oxalá Fontes: https://umbandaead.blog.br; casavovojoaquina.com.br

Alameda Eduardo Prado, 254 - Campos Elíseos - São Paulo

Contatos 3331-1343 | 99953-1534