Corrente do Povo Cigano

Esta Corrente de trabalhos espirituais já é muito antiga dentro da Umbanda e têm uma importância muito elevada. Agem no plano da saúde, do amor, da prosperidade e do conhecimento. Diversas correntes ciganas estão a serviço do mundo imaterial e carregam como seus sustentadores e dirigentes aqueles espíritos mais evoluídos e antigos dentro da ordem de aprendizado, preservando os costumes do povo cigano, como forma de trabalho e respeito.

Ao contrário do que se pensa, os espíritos ciganos reinam em suas correntes preferencialmente dentro do plano da luz e do positivo, não trabalhando a serviço do mal. Atuam preferencialmente na vibração da direita. Os ciganos usam muitas cores em seus trabalhos. Os incensos são utilizados em seus trabalhos e de acordo com o que se pretende fazer ou alcançar.

Os espíritos ciganos são muito alegres, gostam muito de festas e elas acontecem com bastante frutas, flores, pães, vinho tinto, chás ciganos e mel. As saias das ciganas são sempre muito coloridas, e o baralho, o pandeiro, o leque, o espelho, o punhal, os dados, os cristais, a dança, a música, moedas e medalhas são sempre instrumentos magísticos de trabalho dos ciganos em geral.

Os ciganos trabalham com seus encantamentos e magias e os fazem por força de seus próprios mistérios, olhando por dentro das pessoas e dos seus olhos. Fonte: Rituais e Mistérios do Povo Cigano, Nelson Pires Filho, Madras Editora.