Okê Caboclos

A palavra caboclo significa mestiço de branco com índio, mas, na Umbanda refere-se aos indígenas que em épocas remotas habitaram diversas partes do planeta, como civilizações aparentemente primitivas, mas na realidade são de grande sabedoria.

Na Umbanda, os Caboclos são espíritos de muita luz que muitas vezes assumem a forma de "índios", prestando uma homenagem a esse povo batalhador. Atuam com humildade, como muito bem recomenda a espiritualidade, e geralmente omitem detalhes referentes às suas vidas quando eram encarnados.

Trabalham na caridade como verdadeiros conselheiros, nos ensinando a amar ao próximo e a natureza, são entidades que tem como missão principal o ensinamento da espiritualidade e o encorajamento da fé, limpam a nossa aura e proporcionam uma energia de força que irá nos auxiliar para que consigamos o objetivo que desejamos.

Como conhecem bem tudo que vem da terra, os Caboclos são os melhores guias para ensinar a importância das ervas e dos alimentos vindos da terra, além de sua utilização. Desenvolveram com isso um conhecimento químico muito grande para fazer remédios naturais. Como são espíritos da mata propriamente dita, todos recebem forte influência de Oxóssi, no sentido apenas do conhecimento químico das ervas, independentemente do Orixá que trabalhe.

Nos seus trabalhos costumam usar flores, ervas, que são passadas para banhos de limpeza e chás para a parte física; pembas (giz), velas, essências, chás, frutas e incensos. São espíritos que também trabalham muito com passes para energização e alívio emocional.

;